quarta-feira, 19 de junho de 2013

Photos and words






                PALAVRAS SOLTAS












Esperei que o tempo curasse;
Que a ferida fechasse,
A dor apagasse
E a vida seguisse.
Esperei;
Sentei-me impávida,
No banco dos derrotados,
Perto de uma estrada sem rumo,
Onde fiquei abandonada.
A solidão não nos dá asas;
Não nos arranca o passado da pele.
O tempo não varre memórias,
A tempestade continua
E eu não me quero abrigar.
Tento não pensar
Esforço-me por não querer.
Sou só vontades, sonhos desfeitos,
Num sopro esquecido pelo vento.
Quando me devo levantar?
Acho que já nem sei caminhar,
Enfrentar o horizonte,
Como um dia o fizemos: juntos.
Não sei falar sem que ninguém me ouça,
Fingir ser um todo
Quando fico-me apenas pela metade.
Aquela que um dia foi tua.


foto de Antonio Costa
palavras/words .Susana Costa